Eles premiaram artigos sobre Marte, aquecimento global e impressoras 3D

        

 Prêmio Mercosul de Jornalismo Científico "title =" award-journalism "/> 
 
<figcaption class= Cerimônia de Premiação da Segunda Edição do Prêmio MERCOSUL de Jornalismo Científico e da Oitava Edição do Prêmio A Ciência Nacional de Jornalismo foi realizada na sexta-feira, 8 de junho. (Conacyt)

        

1 min. de leitura

Dias atrás, o Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (Conacyt), entregou os prêmios aos vencedores do II Prêmio de Jornalismo Científico do Mercosul e do Prêmio Nacional de Jornalismo Científico. Eles destacaram o trabalho no planeta Marte, aquecimento global, vacinas e impressoras 3D.

"Os primeiros lugares da Segunda Edição do Prêmio de Jornalismo Científico do MERCOSUL na categoria Profissional Escrito, foram obtidos por Gloria Ziegler (Argentina), Pamela Carbonari (Brasil) e Carlos Fioravanti (Brasil) . Na categoria Júnior Escrita, os vencedores foram Ana Gobbes e Ives Teixeira, ambos de nacionalidade brasileira. Finalmente, na categoria Foto, as duas primeiras posições foram para Diego Peralbo e Carlos Juri (paraguaios) e o terceiro prêmio foi concedido por Suammy Saiury Martins (Brasil) ", disse o Conacyt em seu comunicado.

Imagem de Diego Peralbo, primeiro lugar no concurso de Jornalismo Científico, categoria fotográfica. "Uma criança em situação de rua se refugia no mundo virtual tentando esquecer sua dura realidade", diz a descrição. (Diego Peralbo)

Por sua parte, os vencedores da 8ª edição do Prêmio Nacional de Jornalismo Científico foram, na categoria Escrita Profissional: Silvana Bogarín (ABC Color) , Adelaida Alcaraz (La Nación) e Oscar Lescano (ABC Color), enquanto na categoria fotografia Diego Peralbo (ABC Color), Carlos Juri (Grupo Nação) e Irma Oviedo (Última Hora) foram os vencedores. A categoria Júnior Escrita foi declarada nula.

O evento foi presidido em 8 de junho, o presidente da Conacyt, Luis Alberto Lima, e representantes da Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia do Mercosul (RECYT).

O concurso reuniu profissionais e estudantes de jornalismo e carreiras relacionadas, bem como pesquisadores de diferentes áreas da ciência, com incursões em espaços jornalísticos nos países membros e associados do Mercosul; também profissionais de fotografia na região.

A iniciativa ficou a cargo da RECYT e teve o apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) pelo segundo ano consecutivo. "A avaliação foi conduzida por um júri internacional, com profissionais designados de ambas as organizações", disse a entidade governamental.

Artigos e fotografias vencedoras podem ser lidos e visualizados no site da Conacyt.

O que você achou deste artigo?
 1 estrela "title =" 1 estrela "onmouseover =" current_rating (7017, 1, '1 estrela'); " onmouseout = "ratings_off (5, 0, 0);" onclick = "taxa_post ();" onkeypress = "rate_post ();" style = "cursor: ponteiro; border: 0px; "/> <img id=

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *