Jovens cientistas criam a Associação Nacional de Pesquisa Médica

            

 ANIM paraguay "title =" ANIM "/> 
 
<figcaption class= Logotipo da Associação Nacional de Pesquisa Médica (ANIM).

            

1 min. lendo

Os jovens das ciências biomédicas criaram recentemente a Associação Nacional de Pesquisa Médica (ANIM) do Paraguai que busca promover pesquisas em nosso país ou paraguaios que trabalham em outras partes do mundo, especificamente no campo da ciência médica.

Segundo o grupo, nos últimos anos tem havido um aumento dos recursos econômicos destinados a projetos de pesquisa e desenvolvimento (ProCiencia del Conacyt) e à formação e profissionalização de pesquisadores (Becal e PRONII) nas diferentes áreas da ciência. o que constitui um grande passo para a consolidação da pesquisa científica no Paraguai.

"Como o principal recurso do nosso país é a sua população jovem, com grande potencial intelectual e criatividade, organizações acadêmicas como a ANIM são essenciais, pois contribuem para o crescimento profissional de cientistas e médicos paraguaios que buscam ter um impacto positivo sobre o desenvolvimento do Paraguai ", disse o ANIM em um comunicado de imprensa

O grupo é presidido por Damián Almirón Bonnin. Diego Manavella é o vice-presidente, Sofia Cañete é o secretário geral e Pablo Pratt o tesoureiro. Também integram a reunião da ANIM Analía Vázquez Cegla e Victoria Defelippe Díaz de Espada. José Argüello Rojas é o assessor da instituição.

"Esta é a primeira associação acadêmica focada exclusivamente na pesquisa e desenvolvimento das ciências médicas no Paraguai e dedicada à promoção de ligações acadêmicas e de negócios internacionalmente. Esta associação representa um passo importante para o crescimento da comunidade científica paraguaia ", disse a organização.

Para a diretiva, a ANIM, sem fins lucrativos e sem filiação política, será um instrumento para o pesquisador paraguaio, um aliado, um espaço e uma plataforma onde cientistas de ciências médicas possam trocar idéias, desenvolver colaborações e explorar iniciativas em ciência

"A ANIM buscará promover e incentivar pesquisas realizadas no Paraguai ou conduzidas por paraguaios em todo o mundo no campo das ciências médicas. Também arrecadar fundos para fornecer apoio financeiro à pesquisa científica realizada no Paraguai, ou por paraguaios em todo o mundo no campo da medicina ", disse a associação.

Congresso na capital

De fato, a ANIM já está se mobilizando, já que seu primeiro objetivo é organizar um congresso científico internacional em Assunção.

"É claro que essa iniciativa atraiu o interesse de proeminentes pesquisadores do Paraguai, dos Estados Unidos e da Europa que confirmaram preliminarmente sua presença no evento. Entre eles o Dr. Mark Israel (referência internacional em neuro-oncologia, pioneiro em pesquisa e terapia genética em gliomas), Matthew C. Havrda (especialista em doenças neurológicas, tumores de alto grau e células-tronco cancerosas) e Antonio Cubilla (referência internacional em pesquisa sobre o câncer no sistema urinário masculino) ", antecipou ANIM.

A lista de cientistas internacionais continua com Dr. Carlos Roger Molinas (especialista em medicina e cirurgia reprodutiva), Marie-Madeleine Dolmans (especialista em preservação da fertilidade), Jacques Donnez (pioneiro em criopreservação e transplante de tecido ovariano) e Femke van Wijk (especialista em imunologia pediátrica).

O que você achou deste artigo?

 1 estrela "title =" 1 estrela "onmouseover =" current_rating (8339, 1, '1 estrela'); "onmouseout =" ratings_off (5, 0, 0); "onclick =" rate_post () ; "onkeypress =" rate_post (); "style =" cursor: ponteiro; border: 0px; "/> <img id=

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *