PTI promove espaço para a academia, indústria e governo interagirem

            

Líderes de diversos setores participaram do Primeiro Workshop de Interação entre Universidade, Indústria e Governo, organizado pelo Parque Tecnológico de Itaipu. (Cortesia PTI)

            

3 min. Leitura

A sociedade do conhecimento ou a economia do conhecimento estão ganhando mais relevância nos últimos anos no Paraguai. Isto é demonstrado pela conclusão do primeiro Workshop de Interação entre a Universidade, Indústria e Governo organizado pelo Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), do Paraguai. O evento, realizado no Centro de Recepção de Visitantes de Itaipu, no Alto Paraná, reuniu cerca de 350 pessoas ligadas à academia, empresas e governo de várias partes do país.

"Esta é a maneira mais bem sucedida de imitar o que as nações que há 60 anos tinham uma economia pastoril e que hoje são os poderes tecnológicos como a Coreia, a República da China (Taiwan) e Singapura , para citar apenas três exemplos ", disse o comunicado da PTI. A diretora executiva da PTI, Dra. María Teresa Peralta disse que a instituição que ela liderou teve um impulso há 4 anos "graças a uma decisão política" do governo ] concedeu ao Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (Conacyt) pelo trabalho conjunto em diversas áreas.

Sobre o evento, Science of the South falou brevemente com o Dr. Fabio López, Gerente do Núcleo de Sistemas Distribuídos e Computação Paralela do PTI e um dos coordenadores do Primeiro Workshop. O pesquisador destacou a importância da sinergia entre universidades, empresas e governo. Dr. Idelin Molinas, secretário executivo da Conacyt, fez um discurso por sua magistral conferência de abertura do workshop, sobre os principais atores do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) são esses três setores, compondo a conhecida Triple Helix.

"Claramente esta Tripla Hélice está fortemente conectada, considerando que eles são setores complementares e basicamente sua interação positiva é o que impulsiona um sistema como o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI). Fortalecer este Sistema Nacional de CTI representa uma das chaves para o desenvolvimento de campos produtivos no país que podem nos ajudar a alcançar objetivos estratégicos nacionais e, principalmente, não ter tanta dependência de fenômenos globais como a Quarta Revolução Industrial, apenas para citar um exemplo "Disse Lopez.

"Sua importância foi apresentada a partir de diferentes pontos de vista durante a Oficina, onde a importância de criar um espaço que se preocupa com essa interação tão relevante para todos os setores envolvidos foi destacada desde o início", acrescentou o representante do PTI.

O Dr. López comentou que durante os dois dias houve um programa carregado, desde que as palestras foram realizadas por especialistas de cada setor, mesas de discussão para discutir temas relevantes da Interação Universidade-Indústria-Governo em campos específicos como Energia e Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), bem como questões estratégicas para o desenvolvimento do país.

"Além disso, o PTI-PY instalou uma área de rede para configurar tabelas de negócios e alianças de negócios em áreas relacionadas a seus centros de inovação . Finalmente, foram mais de 30 apresentações de experiências de diferentes instituições resultantes de um chamado ao trabalho realizado no âmbito do Workshop, "acrescentou López.

"Aproximadamente 350 pessoas participaram ao longo dos dois dias, dos três principais setores do Workshop, assim como o PTI-Py como um setor neutro e articulador. Além disso, tivemos a participação de Hernandarias, Ciudad del Este, Assunção, Coronel Oviedo, Villarica, Salto del Guairá e outros lugares ", ressaltou, indicando que o público foi alimentado por jovens e profissionais altamente experientes.

De acordo com Fabio, um dos principais resultados do encontro foi criar um primeiro espaço para aumentar a conscientização sobre um tópico tão relevante para o país, onde ainda há muito trabalho a ser feito e muito potencial . "Alcançamos abordagens muito importantes que começaremos no PTI-PY com várias instituições dos três setores. Publicaremos também os relatórios do Workshop com uma análise geral do mesmo, enfatizando os seguintes passos para dar continuidade a essas importantes iniciativas com base em tudo o que temos visto de diferentes instituições e experiências ", disse o pesquisador.

Para o coordenador da Oficina de Interação, o destaque do evento foi ter o primeiro espaço para primeiramente conhecer as principais ações que estão sendo tomadas dos três setores para essa importante interação, sempre a partir de iniciativas complementares.

"Isso nos permite conhecer vários problemas, abordagens para resolver esses problemas, fazer alianças estratégicas e olhar interinstitucional e intersetorialmente em direção a um futuro mais complementar a curto e médio prazo", enfatizou.

"Além disso, pudemos contar com a participação de grandes líderes nacionais dos três setores, onde pudemos aprender com seus conhecimentos conhecer casos de sucesso e também que debates muito relevantes podem ser abertos para fortalecer as atividades que estão sendo realizadas nacionalmente para que a academia, as empresas e o Estado possam trabalhar de maneira mais articulada ", concluiu o especialista.

Representantes de empresas, universidades e do governo se reuniram por dois dias no centro de visitantes de Itaipu. (Cortesia do PTI)

O que você achou deste artigo?

 1 estrela "title =" 1 estrela "onmouseover =" current_rating (6034, 1, '1 estrela'); "onmouseout =" ratings_off (3,3, 4, 0); "onclick =" rate_post () ; "onkeypress =" rate_post (); "style =" cursor: ponteiro; border: 0px; "/> <img id=

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *